JOÃO DOEDERLEIN

@akapoeta

Escritor e ressignificador.
詩人 INSTA PESSOAL + @ddrln
TWITTER: akapoeta
📩 contato@akapoeta.com
🥀LINK PRA COMPRAR MEU LIVRO ⤵️

https://www.saraiva.com.br/o-livro-dos-ressignificados-9727585.html

Images and videos by JOÃO DOEDERLEIN

"... eu exqueci você" #repost

"... eu exqueci você" #repost

💬 589Normal

“Estou ficando com um cara”
que tapa na minha cara,
que tiro você me deu,
logo de madrugada.
Hoje você tem companhia pra cerveja,
e um espaço ocupado ao seu lado no sofá.
Eu tenho que fingir um sorriso
e falar que tudo bem,
quando não está.
Maldita geração
que não fala o que sente,
quando sente,
e deixa a chance escapar.
“Eu não tinha chance”
a verdade é que eu não sabia se tinha,
mas deixei de ter alguma
por medo.
Sem falar nada
quem é que adivinha?
Mas ela agora tá com alguém
e eu não sei nem como vou dormir,
não tem posição boa na cama
pra quem sente dor
de coração.
O travesseiro parece pedra,
e a janela parece tela
passando o filme dos meus erros
As estrelas são atrizes
e a lua nem sorri.
Foi uma notícia gelada
mas eu continuei com o riso no rosto
não deixei a ansiedade me atingir.
Tenho medo quando as luzes
se apagarem
na hora de 
dormir.
Madrugada é assombração
pra quem tem rachadura
no coração.
Pensamento reflexivo,
pensamento elusivo,
me atinge quando sensível
e me faz desesperar.
Falta de amor,
falta de ar.
TEXTO____ @akapoeta 
ARTE______ @elesq

“Estou ficando com um cara”
que tapa na minha cara,
que tiro você me deu,
logo de madrugada.
Hoje você tem companhia pra cerveja,
e um espaço ocupado ao seu lado no sofá.
Eu tenho que fingir um sorriso
e falar que tudo bem,
quando não está.
Maldita geração
que não fala o que sente,
quando sente,
e deixa a chance escapar.
“Eu não tinha chance”
a verdade é que eu não sabia se tinha,
mas deixei de ter alguma
por medo.
Sem falar nada
quem é que adivinha?
Mas ela agora tá com alguém
e eu não sei nem como vou dormir,
não tem posição boa na cama
pra quem sente dor
de coração.
O travesseiro parece pedra,
e a janela parece tela
passando o filme dos meus erros
As estrelas são atrizes
e a lua nem sorri.
Foi uma notícia gelada
mas eu continuei com o riso no rosto
não deixei a ansiedade me atingir.
Tenho medo quando as luzes
se apagarem
na hora de
dormir.
Madrugada é assombração
pra quem tem rachadura
no coração.
Pensamento reflexivo,
pensamento elusivo,
me atinge quando sensível
e me faz desesperar.
Falta de amor,
falta de ar.
TEXTO____ @akapoeta
ARTE______ @elesq

💬 238Normal

"... quando eu morri pra ti"
Do livro 'O Livro dos Ressignificados'

"... quando eu morri pra ti"
Do livro 'O Livro dos Ressignificados'

💬 131Normal

‪"... hoje a saudade serve de moldura pra memória do seu sorriso"‬
BRASÍLIA! É AMANHÃ O LANÇAMENTO DO LIVRO! Apareçam por lá! Park Shopping, livraria Saraiva, às 19h! Vejo vocês lá, finalmente! ♥️

‪"... hoje a saudade serve de moldura pra memória do seu sorriso"‬
BRASÍLIA! É AMANHÃ O LANÇAMENTO DO LIVRO! Apareçam por lá! Park Shopping, livraria Saraiva, às 19h! Vejo vocês lá, finalmente! ♥️

💬 357Normal

Que bom que deve ser ter alguém.
Ter quem te faça bem.
E você sabe, meu bem,
eu não tenho ninguém. Nunca tive,
e nem sei se vou mesmo ter.
Não é pessimismo, é a vontade que não cabe em mim.
É ir dormir todo o dia querendo ter em quem pensar.
É se ver no amor dos outros.
É esperar por um dia que você nem ao menos sabe
se está no calendário
desse ano,
ou do próximo
(ou do próximo).
Que bom que você também encontrou alguém.
Sua felicidade me faz feliz também,
e me faz imaginar,
outra vez,
como deve ser bom ter quem te faça bem.
Infelizmente meu coração assusta,
meu sentimento assusta,
minha vontade de me dedicar à outro coração
assusta.
Às vezes me sinto feio por dentro.
Às vezes não.
Às vezes é bom ter um coração em constante combustão.
Às vezes não.
Querer cuidar é qualidade que conquista.
Mas às vezes, não é não. 
O que é então?
Drama não.
Drama eu deixo pro teatro,
o negócio aqui é fato.
O aperto fátuo no peito,
o ar cada vez mais rarefeito,
a ansiedade me pegando de jeito.
Não é drama.
E antes de me falar pra “parar de procurar”
saiba que essa eu já ouvi,
e já não procurei.
Guarde seus conselhos pra quem ainda tem paciência.
Hoje meu peito guarda uma carência
silenciosa.
Hoje meu peito admira de longe o amor.
Hoje meu peito senta no balanço do destino e espera em companhia da própria
quietude 
por alguém que faça ‘silêncio’ ser sinônimo de ‘ela tá no quarto fazendo coisa pro trabalho e eu to na sala escrevendo, mas daqui a pouco começa GoT e a gente se abraça no sofá’.
“Imagino o bom que deve ser”.
TEXTO____ @akapoeta

Que bom que deve ser ter alguém.
Ter quem te faça bem.
E você sabe, meu bem,
eu não tenho ninguém. Nunca tive,
e nem sei se vou mesmo ter.
Não é pessimismo, é a vontade que não cabe em mim.
É ir dormir todo o dia querendo ter em quem pensar.
É se ver no amor dos outros.
É esperar por um dia que você nem ao menos sabe
se está no calendário
desse ano,
ou do próximo
(ou do próximo).
Que bom que você também encontrou alguém.
Sua felicidade me faz feliz também,
e me faz imaginar,
outra vez,
como deve ser bom ter quem te faça bem.
Infelizmente meu coração assusta,
meu sentimento assusta,
minha vontade de me dedicar à outro coração
assusta.
Às vezes me sinto feio por dentro.
Às vezes não.
Às vezes é bom ter um coração em constante combustão.
Às vezes não.
Querer cuidar é qualidade que conquista.
Mas às vezes, não é não.
O que é então?
Drama não.
Drama eu deixo pro teatro,
o negócio aqui é fato.
O aperto fátuo no peito,
o ar cada vez mais rarefeito,
a ansiedade me pegando de jeito.
Não é drama.
E antes de me falar pra “parar de procurar”
saiba que essa eu já ouvi,
e já não procurei.
Guarde seus conselhos pra quem ainda tem paciência.
Hoje meu peito guarda uma carência
silenciosa.
Hoje meu peito admira de longe o amor.
Hoje meu peito senta no balanço do destino e espera em companhia da própria
quietude
por alguém que faça ‘silêncio’ ser sinônimo de ‘ela tá no quarto fazendo coisa pro trabalho e eu to na sala escrevendo, mas daqui a pouco começa GoT e a gente se abraça no sofá’.
“Imagino o bom que deve ser”.
TEXTO____ @akapoeta

💬 1,154Normal

"... pai é quem se faz presente"

"... pai é quem se faz presente"

💬 420Normal

"... o meu é arquiteto e na minha vida ele só projetou amor"

"... o meu é arquiteto e na minha vida ele só projetou amor"

💬 224Normal

♦️ Tive a honra de ser convidado pelo @elcabriton para compor o time de artistas que fizeram as artes pro baralho do Projeto 54! Eu fiquei com o "sete de ouros" e essa foi a minha arte! Claro, ressignifiquei o número. ♦️

♦️ Tive a honra de ser convidado pelo @elcabriton para compor o time de artistas que fizeram as artes pro baralho do Projeto 54! Eu fiquei com o "sete de ouros" e essa foi a minha arte! Claro, ressignifiquei o número. ♦️

💬 727Normal

Ela, Cigana,
e eu Pierrot sem palco
nem manga na blusa.
Ator sem roteiro,
sem causa e sem rua.
Sem casa, sem sola,
pedindo esmolas (mas não de moedas
e olhares decentes,
de um povo carente de amor
e de gente).
Ela, ressaca,
me puxa, me lasca.
Me ama, desama,
diz que se encanta
comigo na cama.
Cigana, pois bem,
entregue-se então.
Prove, no fim,
o seu coração.
Sou coadjuvante, estudante,
relutante do teatro
onde amar não é pecado
e onde dias polisipos
tem sido desejados.
Polisipo, do grego antigo:
pausa na dor.
A vida é uma peça
em que nada para,
não existe pausa,
só existe causa
e por ela
- eu vou.
TEXTO____ @akapoeta 
ARTE______ @elesq

Ela, Cigana,
e eu Pierrot sem palco
nem manga na blusa.
Ator sem roteiro,
sem causa e sem rua.
Sem casa, sem sola,
pedindo esmolas (mas não de moedas
e olhares decentes,
de um povo carente de amor
e de gente).
Ela, ressaca,
me puxa, me lasca.
Me ama, desama,
diz que se encanta
comigo na cama.
Cigana, pois bem,
entregue-se então.
Prove, no fim,
o seu coração.
Sou coadjuvante, estudante,
relutante do teatro
onde amar não é pecado
e onde dias polisipos
tem sido desejados.
Polisipo, do grego antigo:
pausa na dor.
A vida é uma peça
em que nada para,
não existe pausa,
só existe causa
e por ela
- eu vou.
TEXTO____ @akapoeta
ARTE______ @elesq

💬 131Normal

"... e juro que enxugarei as suas. sempre."

"... e juro que enxugarei as suas. sempre."

💬 233Normal

OPA! OS LIVROS ESTÃO CHEGANDO! Em breve estarão disponíveis nas livrarias! E eu estarei autografando os livros em BRASÍLIA (dia 17 de agosto, na livraria Saraiva do Parkshopping, às 19h), e no RIO DE JANEIRO dia 31 de agosto, na BIENAL DO LIVRO, e dia 1º de SETEMBRO na Livraria Travessa do Shopping Leblon, às 19h! 🌹SE VOCÊ QUISER QUE EU VÁ NA SUA CIDADE FAZER UMA NOITE DE AUTOGRAFOS, MANDE MENSAGEM PRA @editoraparalela 🌹

OPA! OS LIVROS ESTÃO CHEGANDO! Em breve estarão disponíveis nas livrarias! E eu estarei autografando os livros em BRASÍLIA (dia 17 de agosto, na livraria Saraiva do Parkshopping, às 19h), e no RIO DE JANEIRO dia 31 de agosto, na BIENAL DO LIVRO, e dia 1º de SETEMBRO na Livraria Travessa do Shopping Leblon, às 19h! 🌹SE VOCÊ QUISER QUE EU VÁ NA SUA CIDADE FAZER UMA NOITE DE AUTOGRAFOS, MANDE MENSAGEM PRA @editoraparalela 🌹

💬 225Normal

"... é deitar no seu colchão quando você me diz que metade dele é meu"

"... é deitar no seu colchão quando você me diz que metade dele é meu"

💬 595Normal

"... é um pequeno pedaço seu que ficou espetado no meu peito quando você se foi. dói, mas é a única coisa sua que ainda tenho em mim."

"... é um pequeno pedaço seu que ficou espetado no meu peito quando você se foi. dói, mas é a única coisa sua que ainda tenho em mim."

💬 576Normal

"... quem transborda suas fronteiras?"

"... quem transborda suas fronteiras?"

💬 523Normal

Quando te vi
jurei que o sentimento seria
concreto.
Mas me esqueci que concreto também
racha,
desgasta,
enfraquece.
Esqueci que alguns amores tanto
prometem na porta de entrada
e nada entregam
na saída.
Nada, exatamente isso.
Não deixam rastros,
fazem questão de sumir sem deixar
nada
pra trás.
Um bilhete no espelho, uma ligação perdida,
uma toalha molhada no banheiro,
uma lembrança boa pra guardar.
Tem quem faça questão de não ter existido
sob o pretexto de ser “pro nosso bem”.
É quem diz “eu não queria te magoar”
mas, 
SURPRESA,
magoou,
o coração quebrou, o concreto falhou,
a estrutura caiu
e meu corpo sentiu o frio do lençol,
o triste da solidão,
o pensamento ingrato de não ser o suficiente,
a ansiedade acelerando o peito de repente
na frequência errada do coração,
a batida certa no flow errado,
nem Emicida saberia encaixar.
As expectativas vieram ao chão
e eu precisava cuidar toda hora
pra não abrir a história errada
no Instagram.
Você virava pra mim e mentia
e dizia
que não sentia
e que não via
futuro em nós dois.
Que foram bons os dias
que passaram
mas que não pretendia
ter vivido o que viveu.
Que pediu de mim mais do que
você 
pretendia ter.
Você pedia um tempo
pra você.
Você.
Você.
Mas era eu quem girava no box do banheiro
fugindo das gotas frias que me lembravam do toque do seu
coração.
Frio.
Era eu quem corria do calendário,
era eu quem fazia poesia pro amor errado.
Você nem tem mais o meu contato salvo.
TEXTO_____ @akapoeta 
ARTE______ @elesq

Quando te vi
jurei que o sentimento seria
concreto.
Mas me esqueci que concreto também
racha,
desgasta,
enfraquece.
Esqueci que alguns amores tanto
prometem na porta de entrada
e nada entregam
na saída.
Nada, exatamente isso.
Não deixam rastros,
fazem questão de sumir sem deixar
nada
pra trás.
Um bilhete no espelho, uma ligação perdida,
uma toalha molhada no banheiro,
uma lembrança boa pra guardar.
Tem quem faça questão de não ter existido
sob o pretexto de ser “pro nosso bem”.
É quem diz “eu não queria te magoar”
mas,
SURPRESA,
magoou,
o coração quebrou, o concreto falhou,
a estrutura caiu
e meu corpo sentiu o frio do lençol,
o triste da solidão,
o pensamento ingrato de não ser o suficiente,
a ansiedade acelerando o peito de repente
na frequência errada do coração,
a batida certa no flow errado,
nem Emicida saberia encaixar.
As expectativas vieram ao chão
e eu precisava cuidar toda hora
pra não abrir a história errada
no Instagram.
Você virava pra mim e mentia
e dizia
que não sentia
e que não via
futuro em nós dois.
Que foram bons os dias
que passaram
mas que não pretendia
ter vivido o que viveu.
Que pediu de mim mais do que
você
pretendia ter.
Você pedia um tempo
pra você.
Você.
Você.
Mas era eu quem girava no box do banheiro
fugindo das gotas frias que me lembravam do toque do seu
coração.
Frio.
Era eu quem corria do calendário,
era eu quem fazia poesia pro amor errado.
Você nem tem mais o meu contato salvo.
TEXTO_____ @akapoeta
ARTE______ @elesq

💬 448Normal

Quem já encomendou o meu livro? Comenta aí! Quem ainda não comprou pode garantir ele na pré-venda pelo link no meu perfil! (O livro tem poesias e ressignificados inéditos!)
Edit1. SIM!! O livro vai vender em livrarias físicas também depois do lançamento no meio de agosto!
Edit2. Eu estarei autografando os livros em Brasília dia 17 de agosto na Saraiva do Parkshopping e no RJ dia 31 e 1 de Setembro na Bienal do Livro e na Livraria Travessa!

Quem já encomendou o meu livro? Comenta aí! Quem ainda não comprou pode garantir ele na pré-venda pelo link no meu perfil! (O livro tem poesias e ressignificados inéditos!)
Edit1. SIM!! O livro vai vender em livrarias físicas também depois do lançamento no meio de agosto!
Edit2. Eu estarei autografando os livros em Brasília dia 17 de agosto na Saraiva do Parkshopping e no RJ dia 31 e 1 de Setembro na Bienal do Livro e na Livraria Travessa!

💬 185Normal

Nós não demos certo por vários motivos. Talvez a distância, talvez a idade, talvez eu seja novo demais. Mas eu sei dizer que o santo do amor não bateu e ficamos por isso mesmo. Ficamos pelos rolês e brindes, risadas e histórias e divagações. 
Nada de mãos entrelaçados no sofá, fingindo terem se tocado sem querer, tentando ver quem será que tira primeiro, torcendo pra que o outro não queira de fato tirar. Nenhuma troca fixa de olhares por mais segundos do que poderíamos contar sem nos perdermos nos números e nos acharmos nos traços do rosto um do outro. Só algumas garrafas de cerveja a mais na terça-feira e muito vinho extra na quinta-feira. Só alguns breves momentos de esperança de que as coisas fossem o que não eram (e nem seriam). Uma vontade de nunca mais parar de se encontrar, de responder as mensagens na hora que elas chegavam, ouvindo reciprocidade na voz do outro desde o início, desde o primeiro encontro. 
Uma vontade de dividir os próximos dias sem marcar no calendário que eu jurava que poderia ser real, seguida de um “hoje não vai dar”. Não tenho certeza de onde que as coisas não deram, de porque o santo não bateu mais do que alguns dias. Sei que eu aprendi que não devo pedir desculpas por ter um coração explosivo. Não devo me envergonhar por sentir demais. Sei que entre momentos sinceros existe o receio de ser verdadeiro. Todos nós temos medo de encontrar aquela pessoa que vai fazer nossa vida balançar pro lado oposto e os dias só terem sentido se compartilhados. Meu maior pecado é acreditar na vontade de amar de outros corações. Mas acho que continuarei pecando até eu perder as minhas certezas e pagar a minha vontade. Até eu entrelaçar as mãos com alguém que queira ouvir sobre o meu dia, e queira ainda mais me contar o seu. 
Ou vou esvaziar meu corpo tentando encontrar sentimentos sólidos em uma sociedade líquida que vira o amor dos outros com álcool e energético na balada.
TEXTO____ @akapoeta 
ARTE_____ @elesq

Nós não demos certo por vários motivos. Talvez a distância, talvez a idade, talvez eu seja novo demais. Mas eu sei dizer que o santo do amor não bateu e ficamos por isso mesmo. Ficamos pelos rolês e brindes, risadas e histórias e divagações.
Nada de mãos entrelaçados no sofá, fingindo terem se tocado sem querer, tentando ver quem será que tira primeiro, torcendo pra que o outro não queira de fato tirar. Nenhuma troca fixa de olhares por mais segundos do que poderíamos contar sem nos perdermos nos números e nos acharmos nos traços do rosto um do outro. Só algumas garrafas de cerveja a mais na terça-feira e muito vinho extra na quinta-feira. Só alguns breves momentos de esperança de que as coisas fossem o que não eram (e nem seriam). Uma vontade de nunca mais parar de se encontrar, de responder as mensagens na hora que elas chegavam, ouvindo reciprocidade na voz do outro desde o início, desde o primeiro encontro.
Uma vontade de dividir os próximos dias sem marcar no calendário que eu jurava que poderia ser real, seguida de um “hoje não vai dar”. Não tenho certeza de onde que as coisas não deram, de porque o santo não bateu mais do que alguns dias. Sei que eu aprendi que não devo pedir desculpas por ter um coração explosivo. Não devo me envergonhar por sentir demais. Sei que entre momentos sinceros existe o receio de ser verdadeiro. Todos nós temos medo de encontrar aquela pessoa que vai fazer nossa vida balançar pro lado oposto e os dias só terem sentido se compartilhados. Meu maior pecado é acreditar na vontade de amar de outros corações. Mas acho que continuarei pecando até eu perder as minhas certezas e pagar a minha vontade. Até eu entrelaçar as mãos com alguém que queira ouvir sobre o meu dia, e queira ainda mais me contar o seu.
Ou vou esvaziar meu corpo tentando encontrar sentimentos sólidos em uma sociedade líquida que vira o amor dos outros com álcool e energético na balada.
TEXTO____ @akapoeta
ARTE_____ @elesq

💬 407Normal

ALÔ BRASÍLIA! 
O LANÇAMENTO DO MEU PRIMEIRO LIVRO VAI ACONTECER NO DIA 🌻17 DE AGOSTO 🌻 NA LIVRARIA SARAIVA DO PARKSHOPPING ÀS 19h, BORA? ♥️ MARCA A GALERA DE BRASÍLIA AQUI!

ALÔ BRASÍLIA!
O LANÇAMENTO DO MEU PRIMEIRO LIVRO VAI ACONTECER NO DIA 🌻17 DE AGOSTO 🌻 NA LIVRARIA SARAIVA DO PARKSHOPPING ÀS 19h, BORA? ♥️ MARCA A GALERA DE BRASÍLIA AQUI!

💬 180Normal

Hoje é meu aniversário e eu tirei o dia de foga e não escrevi nada. Fica um #repost de um que adoro. Já haviam lido esse?

Hoje é meu aniversário e eu tirei o dia de foga e não escrevi nada. Fica um #repost de um que adoro. Já haviam lido esse?

💬 486Normal

Conhece alguma Joana/Juana/Joanne? Marca aqui! (Postando esse hoje em homenagem ao aniversário de Joanne Rowling! ♥️)

Conhece alguma Joana/Juana/Joanne? Marca aqui! (Postando esse hoje em homenagem ao aniversário de Joanne Rowling! ♥️)

💬 1,844Normal

‪Foi quando você começou a me ler sem legenda alguma, e descobriu que gostávamos das mesmas músicas. Foi quando você desarmou o me‬u orgulho e me fez parecer uma criança, inocente e sincera. E quando você tomou um espaço do meu quarto pra você com os seus casacos e livros emprestados, e fotos e memórias. Era o estado da minha alma em que eu não conseguia impedir alguém de entrar na minha vida e estranhamente eu não queria impedir se essa pessoa fosse você. 
Foi quando você me deixou, da mesma forma que me encontrou, sem avisar. Sem fazer questão. 
É outro nome pra ferida que você fez na minha história.

‪Foi quando você começou a me ler sem legenda alguma, e descobriu que gostávamos das mesmas músicas. Foi quando você desarmou o me‬u orgulho e me fez parecer uma criança, inocente e sincera. E quando você tomou um espaço do meu quarto pra você com os seus casacos e livros emprestados, e fotos e memórias. Era o estado da minha alma em que eu não conseguia impedir alguém de entrar na minha vida e estranhamente eu não queria impedir se essa pessoa fosse você.
Foi quando você me deixou, da mesma forma que me encontrou, sem avisar. Sem fazer questão.
É outro nome pra ferida que você fez na minha história.

💬 449Normal

Às vezes eu me pergunto, quando é que vai acontecer? Quando é que você não vai se desviar ao me beijar em público? Quando vai assumir a minha mão e segurar ela na frente de todo mundo? Quando será que você vai ter orgulho de me ter na sua vida? Quando vou ser algo além da pessoa que cuida das suas feridas emocionais? Quando será que a gente vai assumir a troca de olhares que todo mundo já viu? 
Você tem medo da minha intensidade, isso eu já percebi. Você tem medo da ideia de que eu esteja pra sempre em ti. Mas seu medo me faz duvidar se é realmente pra alguém como você que vale a pena se entregar. Seu medo me fez acordar. Seu medo cortou o meu sono tantas vezes, mas nunca impediu você de dormir bem. Olha agora nos meus olhos e diz que você tem vontade, mas não olha pro lado enquanto responde, ou inventa de dizer que minha pergunta é uma bobagem e eu enlouqueci. Só quero ter certeza do que já sei, pra ter paz no meu espírito e enterrar o passado infrutífero de uma vez. Sua semente não dá flor, só suga nutriente e cultiva desamor. Me diz que você não tem planos de ter planos comigo, que nunca viajaríamos pra fora das suas promessas. Admite que você não sabe pra que são os remédios que eu tomo há onze meses. Admite que nem foi você quem escolheu o presente que você me deu.

Eu cansei de ser tudo pra quem faz questão de ser nada em cada dia que se passa. Eu sigo me perguntando, quando é que vai acontecer? Quando as músicas da Anavitória farão sentido de verdade? Quando que vou dividir o colchão do meu apartamento com alguém que fique por querer ficar? Tenho certeza de que a Ana e a Vitória me diriam pra fugir de você. Então procura outra boca pra desviar, outra mão pra esconder, outra roupa pra mandar e outro abraço pra você. Eu não mereço alguém que diga que meu amor é exagerado e eu devo me policiar pra não amar demais. ‘Não amar demais’? Você não merece a minha intensidade. Ah, os remédios são pra ansiedade, mas você não liga pra isso. Quando te liguei de madrugada em crise você colocou o celular no silencioso. Meu amor pra você era frescura. Minhas dores todas pra você tinham alguma cura escrita em alguma bula. A dor que hoje eu apago é apenas uma: você.

Às vezes eu me pergunto, quando é que vai acontecer? Quando é que você não vai se desviar ao me beijar em público? Quando vai assumir a minha mão e segurar ela na frente de todo mundo? Quando será que você vai ter orgulho de me ter na sua vida? Quando vou ser algo além da pessoa que cuida das suas feridas emocionais? Quando será que a gente vai assumir a troca de olhares que todo mundo já viu?
Você tem medo da minha intensidade, isso eu já percebi. Você tem medo da ideia de que eu esteja pra sempre em ti. Mas seu medo me faz duvidar se é realmente pra alguém como você que vale a pena se entregar. Seu medo me fez acordar. Seu medo cortou o meu sono tantas vezes, mas nunca impediu você de dormir bem. Olha agora nos meus olhos e diz que você tem vontade, mas não olha pro lado enquanto responde, ou inventa de dizer que minha pergunta é uma bobagem e eu enlouqueci. Só quero ter certeza do que já sei, pra ter paz no meu espírito e enterrar o passado infrutífero de uma vez. Sua semente não dá flor, só suga nutriente e cultiva desamor. Me diz que você não tem planos de ter planos comigo, que nunca viajaríamos pra fora das suas promessas. Admite que você não sabe pra que são os remédios que eu tomo há onze meses. Admite que nem foi você quem escolheu o presente que você me deu.

Eu cansei de ser tudo pra quem faz questão de ser nada em cada dia que se passa. Eu sigo me perguntando, quando é que vai acontecer? Quando as músicas da Anavitória farão sentido de verdade? Quando que vou dividir o colchão do meu apartamento com alguém que fique por querer ficar? Tenho certeza de que a Ana e a Vitória me diriam pra fugir de você. Então procura outra boca pra desviar, outra mão pra esconder, outra roupa pra mandar e outro abraço pra você. Eu não mereço alguém que diga que meu amor é exagerado e eu devo me policiar pra não amar demais. ‘Não amar demais’? Você não merece a minha intensidade. Ah, os remédios são pra ansiedade, mas você não liga pra isso. Quando te liguei de madrugada em crise você colocou o celular no silencioso. Meu amor pra você era frescura. Minhas dores todas pra você tinham alguma cura escrita em alguma bula. A dor que hoje eu apago é apenas uma: você.

💬 1,120Normal

"... é um desvio na trilha"

"... é um desvio na trilha"

💬 143Normal

"... é a primeira cor que eu quero ver quando acordar" .
Conhece alguma morena? Marca ela aqui! E você sabia que meu livro já está em pré-venda? Link na bio do instagram! 🖤

"... é a primeira cor que eu quero ver quando acordar" .
Conhece alguma morena? Marca ela aqui! E você sabia que meu livro já está em pré-venda? Link na bio do instagram! 🖤

💬 630Normal

"... é o que me faz por o pé no chão pra continuar correndo"
ARTE____ @aqueleeitaoficial

"... é o que me faz por o pé no chão pra continuar correndo"
ARTE____ @aqueleeitaoficial

💬 34Normal

Matilda, deixa eu te contar
fiz as pazes
com o meu interior.
Tomei um café forte.
Tomei uma dose
de sorte,
fiz cafuné no amor.
Deixei um pouco do passado
na mesa do almoço.
Pedi um prato como o de sempre,
com fritas
e chá.
Vi minha ansiedade passar
por entre as cadeiras.
Escondi de novo a dor,
e meu bem, 'o que eu queria, afinal?'
Era colher forças
direto de um pé no meu quintal.
Era plantar vontade,
regar coragem.
Mas em certos dias, vou te dizer:
por mais que eu tente,
o que a alma entende
o coração não compreende.
E bem que podia,
mas nem todo o dia
eu consigo morrer de noite
no pé do cobertor.
Nem todo dia consigo deitar na cama
feito quem se deita 
com quem se ama.
Mas, Matilda,
eu estou bem.
Troquei de meias,
pus um tênis novo
e saí pra trabalhar.
Vivi um dia como quem fingia que entendia
os carros e a correria
pelas ruas
dessa capital.
Inventei um motivo pra ficar sem fazer nada,
pra tragar minha agonia.
Fazer fumaça,
baforar tristeza,
observar quem passa.
E Matilda, olha só,
a ansiedade acende a gente
e é o meu peito que vira
pó.
Mas, Matilda,
essa noite eu vou morrer
de rir.
TEXTO____ @akapoeta 
ARTE______ @elesq

Matilda, deixa eu te contar
fiz as pazes
com o meu interior.
Tomei um café forte.
Tomei uma dose
de sorte,
fiz cafuné no amor.
Deixei um pouco do passado
na mesa do almoço.
Pedi um prato como o de sempre,
com fritas
e chá.
Vi minha ansiedade passar
por entre as cadeiras.
Escondi de novo a dor,
e meu bem, 'o que eu queria, afinal?'
Era colher forças
direto de um pé no meu quintal.
Era plantar vontade,
regar coragem.
Mas em certos dias, vou te dizer:
por mais que eu tente,
o que a alma entende
o coração não compreende.
E bem que podia,
mas nem todo o dia
eu consigo morrer de noite
no pé do cobertor.
Nem todo dia consigo deitar na cama
feito quem se deita
com quem se ama.
Mas, Matilda,
eu estou bem.
Troquei de meias,
pus um tênis novo
e saí pra trabalhar.
Vivi um dia como quem fingia que entendia
os carros e a correria
pelas ruas
dessa capital.
Inventei um motivo pra ficar sem fazer nada,
pra tragar minha agonia.
Fazer fumaça,
baforar tristeza,
observar quem passa.
E Matilda, olha só,
a ansiedade acende a gente
e é o meu peito que vira
pó.
Mas, Matilda,
essa noite eu vou morrer
de rir.
TEXTO____ @akapoeta
ARTE______ @elesq

💬 160Normal

Conhece alguma Letícia? (Sem acento vale também 🙆🏻💛) Marca aqui! E vocês já viram o meu livro? Clica no link na bio do meu instagram! 🌸

Conhece alguma Letícia? (Sem acento vale também 🙆🏻💛) Marca aqui! E vocês já viram o meu livro? Clica no link na bio do meu instagram! 🌸

💬 6,526Normal

O ar pesa menos com você por perto
e a música é mais bonita.
O peito bate de acordo com o grave do som
e eu sinto de verdade que a minha e a sua voz
tem o mesmo tom.
A ansiedade parece a besteira que tantos me dizem ser,
já que a minha ansiedade parece ter medo
de você.
Do que você representa, eu imagino.
“Cumplicidade”.
A ansiedade sabe que contigo por perto
não sobra espaço pra ela na cidade.
Até mesmo o frio fica menos frio
e o casaco que eu nunca usei, passei a usar
depois que você parou pra elogiar.
Cada erro é mais visível, cada tropeço em mim mesmo é mais real.
E a minha vontade de te roubar um beijo na despedida
também é.
O tremelique da minha mão, o compasso do meu peito,
o rastro dos meus olhos, a verdade no meu desejo,
o cheiro do meu perfume, os sentimentos que eu pus pra fora,
as vontades que eu prendi pra dentro,
tudo vira assunto,
tudo aparece em mim.
Estampado na flor do meu olho,
na semente da minha voz,
nos espinhos dos meus receios
de não ser o suficiente. 
No sofá eu já esperava ouvir de você algo que me daria certeza
de que ‘nós dois’ não poderia acontecer.
E você não disse nada.
E você não disse
nada. 
Eu quem disse tudo
ao pensar demais,
em mim, em tu
e no mundo.
TEXTO_____ @akapoeta 
ARTE_______ @elesq

O ar pesa menos com você por perto
e a música é mais bonita.
O peito bate de acordo com o grave do som
e eu sinto de verdade que a minha e a sua voz
tem o mesmo tom.
A ansiedade parece a besteira que tantos me dizem ser,
já que a minha ansiedade parece ter medo
de você.
Do que você representa, eu imagino.
“Cumplicidade”.
A ansiedade sabe que contigo por perto
não sobra espaço pra ela na cidade.
Até mesmo o frio fica menos frio
e o casaco que eu nunca usei, passei a usar
depois que você parou pra elogiar.
Cada erro é mais visível, cada tropeço em mim mesmo é mais real.
E a minha vontade de te roubar um beijo na despedida
também é.
O tremelique da minha mão, o compasso do meu peito,
o rastro dos meus olhos, a verdade no meu desejo,
o cheiro do meu perfume, os sentimentos que eu pus pra fora,
as vontades que eu prendi pra dentro,
tudo vira assunto,
tudo aparece em mim.
Estampado na flor do meu olho,
na semente da minha voz,
nos espinhos dos meus receios
de não ser o suficiente.
No sofá eu já esperava ouvir de você algo que me daria certeza
de que ‘nós dois’ não poderia acontecer.
E você não disse nada.
E você não disse
nada.
Eu quem disse tudo
ao pensar demais,
em mim, em tu
e no mundo.
TEXTO_____ @akapoeta
ARTE_______ @elesq

💬 195Normal

#repost pro dia do amigo! Marca seu parceiro/sua parceira de crime aqui! ♥️

#repost pro dia do amigo! Marca seu parceiro/sua parceira de crime aqui! ♥️

💬 3,233Normal

"... é quem não me deixa desistir"

GALERA! Vocês sabiam que eu to lançando um livro? Ele está em PRÉ-VENDA! O link está na bio do meu instagram! ♥️

"... é quem não me deixa desistir"

GALERA! Vocês sabiam que eu to lançando um livro? Ele está em PRÉ-VENDA! O link está na bio do meu instagram! ♥️

💬 358Normal

Ei, menina,
eles gostariam de estar no seu lugar.
Elas gostariam
de ter esse seu fôlego pra em frente continuar.
Menina, não se abale,
eles não sabem o que falam.
Não falam
porque não sabem o que sentem.
E não sentem
porque têm medo do que não entendem.
Ei, menina,
eles se escondem atrás de um olhar de superioridade
pra esconder
o quão baixo já chegaram.
Então, menina,
não mude os seus planos
por causa de pessoas
que mal conseguem traçar um caminho reto pra seguir.
Menina, não esconda os traços do seu rosto,
não mude o seu gosto,
nem deixe se desanimar pelo vil
desgosto
de quem sente inveja
e não sabe admitir.
De quem exala
miséria do próprio coração
por quererem te ferir.
Ei, menina,
eu sei que a cicatriz ainda dói
e a ansiedade que hoje mora em ti,
corrói.
Não tente convencer do contrário
quem já se convenceu
a sempre ser contrário
a você.
Perseguição é a sina
de quem não tem capacidade de ouvir o próprio coração.
Ele se ensurdece com o silêncio que vem de dentro de si
e por isso odeia o barulho que o outro faz
quando sorri.
Então, menina,
sorri.
Sorri.
TEXTO_____ @akapoeta 
ARTE_______ @elesq

Ei, menina,
eles gostariam de estar no seu lugar.
Elas gostariam
de ter esse seu fôlego pra em frente continuar.
Menina, não se abale,
eles não sabem o que falam.
Não falam
porque não sabem o que sentem.
E não sentem
porque têm medo do que não entendem.
Ei, menina,
eles se escondem atrás de um olhar de superioridade
pra esconder
o quão baixo já chegaram.
Então, menina,
não mude os seus planos
por causa de pessoas
que mal conseguem traçar um caminho reto pra seguir.
Menina, não esconda os traços do seu rosto,
não mude o seu gosto,
nem deixe se desanimar pelo vil
desgosto
de quem sente inveja
e não sabe admitir.
De quem exala
miséria do próprio coração
por quererem te ferir.
Ei, menina,
eu sei que a cicatriz ainda dói
e a ansiedade que hoje mora em ti,
corrói.
Não tente convencer do contrário
quem já se convenceu
a sempre ser contrário
a você.
Perseguição é a sina
de quem não tem capacidade de ouvir o próprio coração.
Ele se ensurdece com o silêncio que vem de dentro de si
e por isso odeia o barulho que o outro faz
quando sorri.
Então, menina,
sorri.
Sorri.
TEXTO_____ @akapoeta
ARTE_______ @elesq

💬 327Normal

Queria você aqui comigo
pra dividir essa cerveja
e ouvir o mar cantar.
Sentir o vento me entregar seu cheiro
e a areia poder marcar o nosso caminhar,
pegada por pegada
sem te preocupar.
Estar ao seu lado na rede fez o seu cabelo
ser a cor preferida da minha vida
e a ilha inteira me escutar falar de ti.
O nome que nunca escondi 
atrás de títulos.
Você não é nada minha,
senão você mesma.
Caminhamos juntos
por decisão. Somos parceiros
nos crimes cometidos
pelo coração.
E juntos formamos algo que nem mesmo
o sol
consegue abraçar.
Somos feito dois oceanos
completos em sua independência,
mas que juntos abraçam o Mundo
feito
um.
Quando você estiver aqui comigo
terei certeza de que chegou.
O momento que todos tanto falaram,
“não espere chegar”,
“vai acontecer quando você menos esperar”.
E chegou.
Chegou independente do que dizem as pessoas
ao meu redor.
Percebi que envolta de mim
prefiro seus braços
do que opiniões soltas de pessoas pensam precisar
cuidar
do coração alheio.
E agora, vendo o céu desenhar o seu corpo com estrelas,
e minhas lembranças serem narradas
pelo calmo da sua voz,
eu tenho a certeza de que 
chegou a minha vez
de ser
feliz.
Não dou bobeira pro destino,
dou bobeira pro seu beijo
que é o que eu sempre
quis.
TEXTO_____ @akapoeta 
ARTE_______ @elesq

Queria você aqui comigo
pra dividir essa cerveja
e ouvir o mar cantar.
Sentir o vento me entregar seu cheiro
e a areia poder marcar o nosso caminhar,
pegada por pegada
sem te preocupar.
Estar ao seu lado na rede fez o seu cabelo
ser a cor preferida da minha vida
e a ilha inteira me escutar falar de ti.
O nome que nunca escondi
atrás de títulos.
Você não é nada minha,
senão você mesma.
Caminhamos juntos
por decisão. Somos parceiros
nos crimes cometidos
pelo coração.
E juntos formamos algo que nem mesmo
o sol
consegue abraçar.
Somos feito dois oceanos
completos em sua independência,
mas que juntos abraçam o Mundo
feito
um.
Quando você estiver aqui comigo
terei certeza de que chegou.
O momento que todos tanto falaram,
“não espere chegar”,
“vai acontecer quando você menos esperar”.
E chegou.
Chegou independente do que dizem as pessoas
ao meu redor.
Percebi que envolta de mim
prefiro seus braços
do que opiniões soltas de pessoas pensam precisar
cuidar
do coração alheio.
E agora, vendo o céu desenhar o seu corpo com estrelas,
e minhas lembranças serem narradas
pelo calmo da sua voz,
eu tenho a certeza de que
chegou a minha vez
de ser
feliz.
Não dou bobeira pro destino,
dou bobeira pro seu beijo
que é o que eu sempre
quis.
TEXTO_____ @akapoeta
ARTE_______ @elesq

💬 279Normal

Marca sua(s) Alice(s) aqui! 🌸 (E vocês já estão sabendo que meu livro está em pré-venda? Link na bio!)

Marca sua(s) Alice(s) aqui! 🌸 (E vocês já estão sabendo que meu livro está em pré-venda? Link na bio!)

💬 2,747Normal